quarta-feira, 17 de outubro de 2012

FUSILLI COM LINGUIÇA CAIPIRA E ORA-PRO-NOBIS

Receita "ítalo-mineira" da coluna de gastronomia do Jornal das Lajes (Resende Costa-MG) do mês de outubro, onde a prosa foi sobre a nossa recente experiência na ITÁLIA (clique aqui para ler).

Esse prato pode parecer um pouco "exótico" para os que estão acostumados a usar o ora-pro-nobis com frango ou carne de porco, mas a sua combinação com a massa é perfeita. Além do sabor dessa plantinha tão querida por nós, a sua textura pegajosa faz com que ela se junte à massa com facilidade e ainda permita agregar os outros sabores e temperos.

E como tem gente de longe acessando nosso blog, vale lembrar que o ora-pro-nobis é um tipo de trepadeira bem rústica, cheia de espinhos, mas com folhas suculentas e com alto teor de proteína, utilizada até mesmo em substituição à carne. Apesar de já ser consumido há muito tempo aqui em Minas - sobretudo na região central do estado - hoje em dia o ora-pro-nobis tem sido cada vez mais valorizado, inclusive na alta gastronomia.

Dá vontade de esticar a prosa sobre essa planta riquíssima, mas vamos deixar pra outro dia e bora cozinhar...

Ingredientes: 
(porção para 4 ou 5 pessoas)

- 1 pacote de 500g de fusilli (macarrão parafuso);
- 2 mãos cheias de folhas de ora-pro-nobis rasgadas grosseiramente;
- 700g de linguiça de porco (de preferência caipira);
- 1 cebola roxa grande cortada em tiras compridas (juliene);
- 300g de tomate siriguela (ou cereja) cortados em tiras compridas;
- 1 xícara de pimenta biquinho;
- Sal, azeite e colorau.

Em BH se compra ora-pro-nobis no Mercado Central
ou até mesmo no Verdemar.
Preparo:

- Retire o recheio da linguiça diretamente em uma panela grande e refogue-o com um fio de azeite:

Esprema a linguiça com a mão e o recheio
sairá pela ponta.

- Depois que a água desse recheio secar, adicione um pouco mais de azeite e uma colher de chá de colorau, misture bem e frite até que os pedaços fiquem sequinhos:


- Acrescente a cebola, o ora-pro-nobis e refogue por 3 minutos antes de adicionar o tomate.
- Refogue por mais 3 minutos, desligue a panela e acerte o sal:


- Em outra panela grande, cozinhe a massa com bastante água e um pouco de sal até que ela fique praticamente cozida (um pouco de açafrão da terra na água deixará a massa mais amarelinha) .
DICA DO CASAL: Lembre-se que a massa continua cozinhando mesmo depois que se desliga o fogo, portanto, é sempre bom retirá-la um pouco antes. Na Itália, uma massa cozida demais dá até cadeia!
- Com uma escumadeira, transfira a massa ainda quente diretamente para a panela do refogado (um pouco da água do cozimento que vier junta será bem vinda), acrescente um fio de azeite, a pimenta biquinho e misture com cuidado:


- Se quiser, sirva com queijo ralado, de preferência um queijo canastra bem curado:


Bão apetit!

Um comentário:

  1. Adorei essa receita. Facil de fazer e deliciosa de comer!!!! Bjs a vcs

    ResponderExcluir